quinta-feira, 9 de maio de 2013

A VIRGEM MARIA NO EVANGELHO DE LUCAS



 1. “O Senhor está contigo”

     Agora consideremos o Evangelho segundo Lucas. Vamos estudar mais de perto sua narração sobre a Anunciação (cf. Lc 1,26-38).
      De novo queremos simplesmente ler o texto literal em seu contexto literário. Tal como está escrito, queremos saber o que esta passagem nos diz sobre Maria.
     São Lucas, como São Mateus, apresente Maria como uma virgem desposada com José, um descendente de Davi. É saudada pelo arcanjo Gabriel: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo”.
     A palavra que utiliza o anjo, traduzida as vezes como “ave” ou “alegra-te”, é uma das que os profetas usaram para anunciar ao povo a alegria que traria a vinda do Messias (Cf. Jo 2,23-24; Zc 9,9).
      De fato, parece que o anúncio do anjo é tirado palavra por palavra de uma profecia de Sofonias (cf. Sf 3,14-18; Lc 1, 26-38).

Lucas 1

Alegra-te, cheia de graça
O Senhor está contigo
Não temas Maria
Conceberás em teu seio
O Filho do Altíssimo
Sofonias 3

Rejubila, filha de Sião
O Senhor, o rei de Israel, está no meio de ti
Não temas, Sião
O teu Deus, está no meio de ti
Um herói que salva

     Parece que Lucas está apresentando Maria como a Filha de Sião – a representante de seu povo – chamada a regozijar-se porque Deus, seu Salvador e Rei, veio a ela.
     Então, em Lucas como em Mateus, vemos as esperanças históricas de Israel concentradas na pessoa de Maria. As palavras que os profetas ensinaram a Israel desejar ouvir – Dizei a filha de Sião: Eis que tua salvação está chegando (Is 62,11) – agora são ouvidas por Maria.
     O anjo também diz a Maria que seu Filho será o “Filho do Altíssimo”; e será dado “o trono de Davi, seu pai”.
  Para entender o sentido literal desta passagem, necessitamos voltar ao Antigo Testamento e a história da aliança de Deus com Davi.
     De fato, nas palavras do anjo, escutamos ecos da aliança entre Deus e Davi (cf. 2Sm 7,12-16; Sl 89,4-5; 27-30). Deus jurou que o filho de Davi “será um filho para mim”. E o anjo promete a Maria que seu filho ia ser “Filho do Altíssimo”, outra maneira de dizer: “Filho de Deus” (cf. Mc 5,7; Lc 1,35; 8,28).
   Também, Deus jurou a Davi que seu filho se sentaria sobre seu trono e reinaria “pelos séculos”. O anjo promete a Maria que seu filho se sentará no “trono de Davi seu pai ... para sempre”.
      Maria é apresentada aqui como o “sinal” de que Jesus é o muito esperado Messias da casa de Davi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário