segunda-feira, 6 de maio de 2013

MARIA NO NOVO TESTAMENTO


1.1-                              O que diz o Novo Testamento sobre a pessoa de Maria ocupa apenas alguns versículos. Centram-se nela diversas passagens dos Evangelhos, e refere-se a ela uma passagem nos Atos dos Apóstolos.
Nas Escrituras, Maria aparece em cada etapa da vida de seu Filho: na sua concepção e nascimento, na sua infância, no início do seu ministério, ao pé da cruz, e depois de sua ressurreição e ascensão aos céus. Contudo, na maioria desses casos, somente se menciona a presença de Maria sem se dizer muito sobre ela. Basicamente, isto é o que podemos aprender das Escrituras:
Um anjo anunciou que Maria conceberia Jesus pelo poder do Espírito Santo (cf. Lc 1,26-38). Durante a gravidez, fez uma visita longa a sua parenta Isabel (cf. Lc1,39-56).
Deu a luz a Jesus em Belém (cf. Mt 1,18-25), e estava com Ele quando os magos (Mt 2,10) e os pastores (Lc 2,15-20) lhe renderam homenagens.
Sob a ameaça de perigo, fugiu com seu recém-nascido e com José, seu esposo, para o Egito (cf. Mt 2,14).
Regressa a Nazaré onde vive os anos do crescimento e vida oculta de Jesus (cf. Mt 2,19; Lc 2,39).
Maria apresentou Jesus no Templo (cf. Lc 2,23.33-35). Mais tarde, quando Ele tinha 12 anos, o encontrou ali mesmo ensinando (cf. Lc 2,48-51).
Maria esteve também na Boda de Caná onde Jesus fez seu primeiro milagre (cf. Jo 2,1-11). Também esteve ela em Nazaré quando Ele foi rejeitado por seu próprio povo (cf. Mt 13,54-58; Mc 6,1-6).
Ela o viu morrer na Cruz (cf. Jo 19,25-28), e esteve entre os que estavam reunidos com os apóstolos em Jerusalém esperando Pentecostes e o enviou do Espírito Santo (cf. At 1,14).
Há também algumas menções indiretas a Virgem Maria no Novo Testamento. Por exemplo: uma mulher anônima grita a Jesus: ‘Bendito o seio que te amamentou’ (cf. Lc 11,27-28). São Paulo a menciona, mas não pelo nome (cf. Gl 4,4). E aparentemente ela é a mulher descrita na fantástica visão do último livro da Bíblia (cf. Ap 11,19 -12,18). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário